Aventuras Maternas

Batata Boulangère

Batata BoulangereEssa receita (“pommes de terre boulangère”) tem origem na França, onde antigamente as pessoas preparavam este prato cedo, de manhã, antes de ir trabalhar nos campos ou antes da missa aos domingos. E depois levavam o prato para a padaria (Boulangerie) mais próxima onde cozinhavam lentamente no forno do padeiro que ainda estava quente depois da preparação do pão matinal.

   Aqui vou fazer umas adaptações, em especial, para que não leve o dia inteiro cozinhando! 😉

Ingredientes
Serve 4 a 6 (dependem da idade ou fome) como um acompanhamento

  • 4 batatas grandes
  • 1 alho poró ou uma cebola grande
  • 3/4 cubo de caldo de galinha
  • 500 ml de água  fervendo(+ ou -)
  • 2 ramo de alecrim ou use ervas finas (2 colheres de chá)
  • Água
  • 2 colheres de sopa de manteiga (opcional)
  • Sal
  • Pimenta do reino moída na hora* (opcional)
    * se fôr usar já moído. Coloque muito menos pois tende a ficar muito forte. E a pimenta moída vai do gosto da sua família a decisão de pôr ou não pôr.

Utensílios

  • Descascador
  • Coedor de macarrão
  • Faca grande e afiada (facilita mas cuidado com os seus dedos)
  • Uma faquinha pontuda
  • Tábua ou processador
  • Pirex fundo com tampa
  • Jarra medidora
  • Pano de prato seco (para retirar do forno e não se queimar)
  • Pano de prato limpo

Modo de preparo

1). Pré-aqueça o forno a 220 celsius. (Quente mas não na temperatura mais quente do seu forno).

2). Corte fora a raiz. Lave o alho-poró, corte cerca de uns 8 cm antes de começar o verde, separe as folhas e lave retirando a terra que fica acumulado lá!

3). Depois de lavado e seco, fatiar em finas rodelas. Ou se for usar cebola, descasque e depois corte em rodelas e reserve.

IMG_4859

4). Descasque as batatas, fatie em rodelas cerca de 0,5 cm de largura, tente fatiar de forma uniforme para que cozinhe de forma mais uniforme. Ou fatie no processador. E reserve.

5). Lave o ramo de alecrim e seque. Retire as folhas marrons e/ou amarelas, arranque as folhas dos ramos e pique tudo finamente.

6). Agora muito como vocês fariam uma lasanha… Vamos alternar camadas. Comece com duas camadas de rodelas de batata, tempere sal e pimenta do reino + umas pitadas de alecrim, em seguida espalhe rodelas de alho-poró ou cebola depois uma camada de batata + tempero e assim sucessivamente até que você faça a última camada feito de batata + tempero.

7). Agora em cerca de 500 ml de água fervendo dissolva o caldo de galinha. Como nenhum pirex vai ter exatamente o mesmo tamanho que o meu… Façamos assim…  Pense que o caldo derramado dentro do pirex tem que chegar na metade da altura das batatas. Dessa forma você acerta sempre… Talvez tenha q fazer mais mistura caldo + água fervente ou talvez não use tudo fica a esse critério!

8). Coloque a tampa no pirex e coloque no forno. Asse por cerca de 30 minutos. Depois retire do forno e verifique com ajuda da faquinha pontuda se as batatas estão cozidas. Isto é quando a faquinha não encontra resistência ao ser enfiada nas batatas. Se não estiverem cozidas deixe no forno por mais 5 minutos.

Batata Boulangere

9). Em seguida, caso resolva usar manteiga… Coloque umas lascas de manteiga por cima das batatas… E coloque no forno sem a tampa e deixe por cerca de 10 minutos ou até estiver satisfeita com o grau de “tostado”. Se por acaso você tiver um daqueles fornilhos elétricos (que caiba o pirex) melhor ainda!

O meu não está muito tostado pois não usei a manteiga… Por motivos médicos, estou sem poder comer manteiga… Mas mesmo assim ficou delicioso!

Sobre o autor Ver todos os posts

Zoe Shorter

1 ComentárioDeixe seu comentário

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *