Aventuras Maternas

10 livros para toda criança ler

Ler faz bem de todas as formas. Ensina, liberta, transforma e diverte. Por isso, estimular esse hábito numa criança é tão importante, mesmo quando ela ainda não entende os códigos das letras. Observar imagens e estabelecer links que formem uma história já é um primeiro estímulo muito valioso para os pequenos.

Abaixo reuni 10 livros que são muito queridos já pelo meu filho e são leitura boa para todas as idades. As sugestoes passeiam por clássicos e livros mais moderninhos, mas que têm muito conteúdo para passar para nossos filhos. Confiram!

reinacoes

“Reinações de Narizinho”, um clássico da literatura infantil brasileira que continua atual como nunca, reúne histórias escritas por Monteiro Lobato em 1920. A obra, lançada anteriormente pela Globo Livros em dois volumes, acaba de ser reunida em uma única edição. O livro narra as primeiras aventuras que acontecem no Sítio do Picapau Amarelo e apresenta Emília, a boneca de pano tagarela e sabida, Tia Nastácia, famosa por seus deliciosos bolinhos, Dona Benta, uma avó muito especial, e sua neta Lúcia, a menina do nariz arrebitado. Lúcia, mais conhecida como Narizinho, é quem transporta os leitores a incríveis viagens pelo mundo da fantasia.Tudo começa com uma inesperada visita da neta de Dona Benta ao Reino das Águas Claras e com a chegada de seu primo, Pedrinho, ao Sítio do Picapau Amarelo para mais uma temporada de férias. Depois do passeio pelo Reino das Águas Claras, as reinações de Narizinho ficam ainda melhores. As crianças se divertem fazendo o Visconde com um sabugo de milho e planejando o casamento de Emília com o leitão Rabicó.

Livro isto ou aquilo

Cantigas de ninar, cantigas de roda e trava línguas são formas de expressão muito próximas do mundo da criança. Em Ou isto ou aquilo, Cecília Meireles utiliza de forma inigualável estes e outros recursos. A autora joga com as palavras, criando um universo encantador, e, de maneira leve, coloca a criança diante dos caminhos a seguir, como no poema que dá nome ao livro: “Ou se tem chuva e não se tem sol / ou se tem sol e não se tem chuva! / Ou se calça a luva e não se põe o anel, / ou se põe o anel e não se calça a luva!”. Cecília explora a sonoridade, o ritmo, as rimas, as repetições e a musicalidade, como se pode notar em “Rômulo rema”: “Rômulo rema no rio. / A romã dorme no ramo, / a romã rubra. (E o céu.)”.
A autora resgata o universo infantil, permeado por perguntas imprevisíveis, monólogos, situações surpreendentes, comparações incomuns, em que a fantasia e a imaginação estão sempre presentes. Nos deparamos com a borboleta no jardim, a bela bola que rola, a casa da avó, a água da chuva e a lua, que aparece depois da chuva, além de outras cenas e sensações. Sensações estas que parecem sempre ter existido, mas que somente a sensibilidade de Cecília Meireles tem o dom de revelar.

como-treinar-seu-dragc3a3oO livro inspirou o filme de animação produzido pela DreamWorks. Soluço Spantosicus Strondus III foi um extraordinário herói vinking. Chefe guerreiro mestre com espadas e naturalista amador, era conhecido por todo território viking como “O Encantador de Dragões”, devido ao poder que exercia sobre as terríveis feras. Mas nem sempre foi assim… No primeiro livro da série “Como treinar seu Dragão” comhecemos a história de Soluço da época em que ele era apenas um garoto normal. Muito normal e com nada de heróico.

Ele precisava desesperadamente capturar e treinar um Dragão, e precisava ser o animal mais impressionante de todos. Mas tudo que conseguiu foi uma criaturinha pequena, encrenqueira, banguela e nada ameaçadora. Foi então que seu destino de Herói começou a ser traçado. Inteiramente ilustrado, com muita ação e o tipo de humor que arranca gargalhadas até dos mais carrancudos, Como Treinar o Seu Dragão é o primeiro livro de uma série que é sucesso mundial.

 

menino maluquinhoNa grande obra infantil de Ziraldo, verso e desenho contam a história de um menino traquinas que aprontava muita confusão. Alegria da casa, liderava a garotada, era sabido e um amigão. Fazia versinhos, canções, inventava brincadeiras. Tirava dez em todas as matérias, mas era zero em comportamento. Menino maluquinho, diziam. Mas na verdade ele era um menino feliz.

aliceQuando decidiu seguir um coelho que estava muito atrasado, Alice caiu em um enorme buraco. Só mais tarde descobriu que aquele era o caminho para o País das Maravilhas, um lugar povoado por criaturas que misturam características humanas e fantásticas, como o Gato, o Chapeleiro e a Rainha de Copas – e lhe apresentam enigmas.

pedro carteiroPedro Coelho virou carteiro por um dia. Ele anda de um lado para o outro, entregando correspondências aos moradores de Mato Fino. Mas, em umas das cartas, ele descobre que um plano maligno está sendo armado contra Pati Pataxoca! Se Pedro não correr,a coitada da pata será comida no jantar… Como no sucesso O carteiro chegou, inúmeros envelopes recheados – com cartas, cartões postais, “dindins”, folhetos, recortes de jornais entre outras surpresas – tornam a aventura de Pedro ainda mais emocionante

grimmOs irmãos Grimm são grandes mestres dos contos infantis que fazem sucesso com crianças do mundo inteiro. Nesse livro, algumas histórias famosas são trazidas de maneira especial para abordar diferentes temas relacionados ao universo infantil e retratados com muita fantasia: Branca de Neve; Os músicos de Bremen, O Pequeno Polegar; Rapunzel; O alfaiate valente; João e Maria.

biabia

Este livro conta a história de uma menina que, no convívio imaginário com sua bisavó e sua bisneta, aprende a conviver consigo mesma. Três tempos e três vivências que se cruzam e se completam numa só pessoa, a menina Isabel. O diálogo de Isabel – ou melhor, de Bel – com sua avó – Bisa Bia – e, depois, com sua futura bisneta é uma mistura encantadora do real e do imaginário, levando o leitor a perceber as mudanças no papel da mulher na sociedade.

porfavorDudu, um simpático hipopótamo, pensa que é muito educado, pois, não importa o que faça, acha que tudo acaba bem ao dizer as palavras que ele acredita mágicas: por favor, obrigado, desculpe. Pobre Leopoldo! É ele que tem de ficar consertando as mais loucas trapalhadas provocadas pela falta de modos do Dudu, como derrubar os pedestres com o skate, ficar fazendo bolhas com o refrigerante no restaurante, derrubar pilhas de livros na cabeça do Sr. Jacaré, abrir a geladeira na casa dos outros sem pedir licença…Com muita paciência, Leopoldo vai dando algumas aulas especiais a Dudu.
andersenHistórias que Andersen aprendeu em vida e soube transmiti-la a seus leitores. Walcyr Carrasco as reconta em linguagem acessível, divertida e ágil, numa linguagem direta, que deixa as personagens inteiramente à vontade diante dos leitores, sejam eles grandes e pequenos. Temos muito a aprender com os dois escritores – Andersen e Walcyr Carrasco – que compartilham essa edição dos contos de fadas.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *