Aventuras Maternas

Ideias simples para criar um quarto sustentável

a96395febf51ae10f2b5f70684d8bbfbO mundo está mais consciente. Sobre isso não existe a menor dúvida. As pessoas se preocupam mais com o que consomem, sobre o impacto que cada ação pode gerar ao meio ambiente e na vida do outro, sobre como podemos, efetivamente, construir um mundo melhor para nossos filhos. A tarefa não é fácil. Afinal, é preciso, antes de ensinar, entender como funciona o sistema, como cada um pode – e deve – gerar menos resíduos. E uma das maneiras que os pais podem passar alguns ensinamentos sobre reaproveitamento e sustentabilidade para os filhos é por meio da decoração do quarto das crianças. Sim, é possível criar ambientes bonitos, funcionais e, ao mesmo tempo, sustentáveis. Basta boa vontade e criatividade.

A designer de interiores Ana Paula Sarmento, que já participou de eventos como Morar Mais Por Menos, que tem exatamente essa questão da sustentabilidade como um de seus pilares, conversou com a gente e deu algumas dicas sobre como montar um quarto para os pequenos. Ela conta que sempre tenta colocar em seus projetos algo sustentável, nem que seja só um pequeno objeto.

 

Projeto Ana Paula Sarmento

Projeto Ana Paula Sarmento

“Para quartos de meninas, acho bacana o uso dos caixotes que são muito versáteis e podem ser usados para várias utilidades, como, por exemplo, servir de sapateira, criado mudo, estante, nichos, mesa lateral, entre outros. Os caixotes podem ser pintados ou revestidos de tecido, o que dá um acabamento mais arrumadinho. Podemos fazer um cordão luminoso com pisca-pisca e forminhas (de docinho ou de cupcake) que fica bem bacana para colocar em cima da cabeceira. Bandeirolas de tecido (que podem ser sobras de tecido) estão super na moda e podem ser colocadas nas paredes, nas janelas ou onde quiser; pôsteres de papel que podem ser impressos em casa; dá pra fazer um abajur bacana usando um pote grande de vidro e uma cúpula. Também acho ótimo o reuso de móveis antigos restaurados, porque eles dão um toque de personalidade ao ambiente e ficam um charme.”, exemplifica.

Já para os quartos dos meninos, a ideia dos caixotes continua em pauta, pois são realmente muito versáteis, podendo ser usados como sapateira, estante, nichos, cesto para brinquedos e até rack para colocar o vídeo game e os jogos. “Eles podem ser pintados e podem ter rodinhas para facilitar o dia a dia. Podemos usar pôsteres de papel e carimbo que você mesmo pode fazer (com folha de acetato e tinta) para decorar as paredes, fica super estiloso e personalizado, porque você faz o desenho que quiser. Outra coisa bacana de usar no quarto dos meninos é o pufe de pneu, que nada mais é que um pneu revestido de tecido.”, complementa.

Mas embora seja uma tendência mundial essa questão do reaproveitamento, ainda são raros os pais que pedem para fazer os quartos dos filhos reutilizando materiais. Porém, Ana Paula sempre sugere algo com esse objetivo, já que a ideia de reciclar é importante, dá um toque personalizado ao ambiente e ainda é econômica.

Outro benefício desse tipo de iniciativa é o de proporcionar os pais interagirem com os filhos, ajudando-os a “construir” esses objetos. Dentre essas ideias, acho que praticamente todas podem ser feitas com as crianças. Revestir as latas de leite com tecido, pintar e revestir caixotes de feira, fazer cordão luminoso com pisca-pisca e forminhas de papel é bem fácil. Fazer as bandeirolas de tecido e os móbiles de papel também vão ser uma ótima distração. E acho que vão amar carimbar as paredes.”, completa. Alguém tem dúvidas sobre isso?

A seguir, a designer sugere dez itens que podem ser usados em um ambiente sustentável, para crianças de ambos os sexos:

1. Uso de caixotes de feira;

Foto da internet

Foto da internet

2. Reuso de móveis antigos restaurados;

3. Móbiles de papel;

4. Cordão luminoso com pisca-pisca e forminhas de papel;

5. Uso de potes de vidro como luminárias, abajures ou porta trecos;

6. Uso de latas de leite/ achocolatado revestidas de tecido como porta lápis, porta trecos;

7. Bandeirolas de tecido;

8. Posters de papel;

9. Carimbo feito com folha de acetado e tinta para “carimbar” a parede;

10. Pufe feito com pneu.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *