Aventuras Maternas

Conexão com a natureza para o tratamento de crianças com câncer

Lançamento_Cantinho_DoPomar (3)Não é de hoje que defendemos a importância de estar conectado com a natureza para ter mais qualidade de vida e bem estar. A Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro também sabe disso e inovou com a implantação da horta vertical para incentivar a sustentabilidade e o contato com a natureza entre os jovens em tratamento contra o câncer, que estão hospedados gratuitamente na Instituição.

Com o projeto, cada um dos mais de 30 jovens passa a ter sua própria muda para cuidar. Ao final de seus tratamentos, os hóspedes poderão levar suas plantas de presente, para continuar o cultivo e marcar a vitória sobre a doença. A proposta é que eles aprendam a lidar com o cuidado e que o projeto sirva de incentivo para o aprendizado de valores humanos, bem como a importância da preservação da natureza.

A horta é composta por plantas ornamentais e ervas, como manjericão e hortelã, e parte do cultivo pode ser utilizada na cozinha da Casa, sob a forma de tempero ou chá, ajudando a amenizar os enjoos e outros sintomas do tratamento. Além de promover educação alimentar rica em vitaminas, com produtos naturais, a horta das crianças auxilia na complementação nutricional que todos os hóspedes necessitam para manter a prevenção da baixa imunidade.

Segundo o coordenador de projetos da Casa Ronald McDonald-RJ, Carlos Neves, a horta vertical está dando resultados visíveis na qualidade de vida dos jovens. “O projeto está ajudando muito no dia a dia das crianças e adolescentes que estão enfrentando a luta contra o câncer, pois além de funcionar como uma terapia, o cultivo estimula a relação com a natureza e ajuda a desenvolver valores relacionados a questões ambientais”, ressalta Carlos.

A nutricionista e professora da Universidade Veiga de Almeida, Glaucia Figueiredo, responsável pela alimentação dos jovens da Casa Ronald McDonald-RJ, reforça que há muitos benefícios em incorporar as plantas alimentícias cultivadas organicamente na alimentação dos jovens. “Para quem está em tratamento contra o câncer, as ervas são muito importantes, já que elas combatem os radicais livres e protegem as células saudáveis do organismo”, reforça Glaucia.

A horta vertical foi instalada na Casa Ronald através de uma parceria com a empresa DoPomar, que ficará responsável também pela reposição das mudas quando as crianças tiverem alta e as levarem para casa. Além disso, a DoPomar está oferecendo durante o inverno degustações de sopas para os hóspedes da Instituição se manterem aquecidos e promovendo entre seus funcionários a conscientização sobre a importância do trabalho voluntário.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *