Aventuras Maternas

6 dicas sobre o que fazer em Paraty

16389214_10207504438081874_608403505_oUma cidade perfeita para visitar em qualquer estação do ano, com praia, cultura, ruas lindas, comércio convidativo, restaurantes maravilhosos e muitas belezas naturais. Assim é Paraty, nossa cidade mais querida no estado do Rio!

Demoramos 5 anos para voltar para lá, pois apesar de todos os pontos positivos, ir à cidade que fica a 250km do Rio, com bebê não deve ser nada fácil. Pelo menos não com carrinho. Por lá costuma chover com frequência e as ruas são cobertas de pedras escorregadias e que fazem um “U” para evitar que as lojas, casas e restaurantes encharquem toda vez que a maré sobe. Ou seja, passear por ali com crianças, tem que ser no muque, cangote, sling ou algo que o valha.

Mas, tirando esse detalhe, Paraty é para agradar os pequenos do início ao fim. Abaixo, relaciono as 6 melhores programações para fazer na cidade em família:

16389438_10207504443242003_233525345_o 16388506_10207504442841993_87421351_o

1. Hospedagem

Escolhemos a Pousada do Príncipe para ficar por vários motivos. O hotel, que pertence a um príncipe de verdade, Dom João de Orleans e Bragança, bisneto da Princesa Isabel é bem central (a 3 minutos a pé do Centro Histórico) e na rua principal da cidade. A piscina é uma delícia com um paisagismo de tirar o fôlego. Os quartos são amplos, em estilo conjugado, ou seja, tem a cama king para o casal e uma antessala onde fica o sofá-cama que se torna a cama da criança.
O café da manhã é simples com tudo gostosinho, mas nada muito engordativo e o hotel ainda possui um restaurante com ótimos preços que oferece pratos à noite que vão de brusquetas e sanduíches a grelhados com acompanhamentos.

2. Gastronomia

16325902_10207504443402007_38630957_oGostamos muito de 3 restaurantes na cidade. O Margarida Café, logo na entrada à esquerda do Centro Histórico, que reúne no mesmo lugar um lounge, jardim de inverno, padaria e pratos saborosíssimos que vão de peixes a costela de boi.

O Paraty 33, baseado nas antigas tabernas e entrepostos comerciais da agitada Paraty do passado, o restaurante é o mais tradicional da cidade e possui um ambiente despojado, grelhados servidos na tábua e feitos em churrasqueira aparente no salão e massas exclusivas, além disso é onde a balada acontece à noite.

Longe do centro, está a Praia Grande, onde fica o restaurante São Francisco (da Catarina), com charmosas mesas à beira mar, redes presas às árvores, barquinhos decorando a paisagem, pé na areia e pratos ótimos, como os pasteis de camarão e a prancha de frutos do mar.

16389150_10207504443202002_1944351890_o3. Passeio de escuna

Nosso programa mais esperado em Paraty era o passeio pela Baía da Ilha Grande, onde seria possível assistir o espetáculo da natureza ao vivo. Marcamos com a escuna “O nome da Rosa”, que saía às 11h do Porto. Existem várias opções de roteiro em lojas da cidade, mas este incluía o passeio pela Ilha da Pescaria para nadar e alimentar os peixes, a “Lagoa Azul” (existem vários locais assim em Paraty, inspirados pela Lagoa Azul que existe na Ilha Grande), que é uma parte mais transparente cheia de pepinos do mar e estrelas do mar ao fundo, Praia Vermelha e JuruMirim, onde tem desova de tartarugas e é possível assistir várias delas nadando por ali.

16357784_10207504442601987_1171283262_o

4. Mini estrada Real

A pequena estrada que leva Paraty à cidade de Cunha, já em São Paulo é repleta de curvas sinuosas e surpresas no caminho. Escolhemos algumas paradas para curtir durante o dia, mas existe muito mais por lá.

– Parque Mini Estrada Real – é um parque com a versão miniatura das atrações da estrada Paraty – Cunha, com réplicas do caminho do ouro.

16326568_10207504442721990_200454654_o– Contemplário –  um local lindo que abre durante a semana, onde é possível relaxar e contemplar a natureza. É possível fazer piquenique em meio a campos de lavandas e ver as plantações da sacada da cafeteria local que vende produtos como chá de lavanda, sabonetes e essências. Existe ainda o Lavandário, que é o maior campo de lavanda da região, mas só abre aos fins de semana.

16388627_10207504441161951_887594850_o 16388888_10207504440361931_291350390_o 16357206_10207504440401932_415572123_o

– Raízes – um bistrô italiano (os donos trabalharam 10 anos em restaurantes na Itália) no meio da MataAtlântica, no estilo Slow Food. Perfeito para curtir um almoço saboroso, sem hora para sair, onde as crianças podem ficar livres, observando e alimentando peixes ou observando o local. No cardápio, entradas, massas, risotos, carnes, peixes, verduras orgânicas e doces saborosos e com linda apresentação. Com um menu diário de especialidades usando ingredientes exclusivamente da região. Importante conferir o horrorio de funcionamento.

16325637_10207504441481959_1913399177_o– Fazenda Aracatu – uma casa com jeito de fazenda da avó, com delícias como cafés e bolos, sorvetes artesanais com destaque para o de rapadura com gengibre e pão de mel com especiarias. É possível comprar queijos, ovos, frutas e verduras, doces, compostos, biscoitos amanteigados. Tem uma varanda charmosa com rede, mesas e cadeiras para curtir uma tarde entre amigos.

16326793_10207504440241928_1982648828_o

5. Praia de Trindade

CachadaçoA 30 km do trevo de Paraty, Trindade é uma vila de pescadores super rústica e tranquila, mas como boa estrutura para a família, com restaurantes, bares, lojas e pousadas.

Por ali, encontramos 5 praias lindas: do Cepilho, de Fora, a Vila da Trindade, a praia dos Ranchos e a praia do Meio, mas é desta última que sai a trilha que vai até a praia do Cachadaço e, mais adiante, até a Piscina Natural do Cachadaço, um pedaço de paraíso perfeito para os pequenos.

A trilha é pela Serra da Bocaina e é super fácil de fazer com crianças maiores, porque demora uns 45 minutos, mas também é possível ir de barco (R$10,00 por pessoa)

6. Centro Histórico

Nós amamos passear por aquelas ruas de pedra lindas do centrinho de Paraty. E por ali existem boas paradas para crianças também, como a lojinha de brinquedos educativos Querubim, a seção de livros infantis da Livraria das Marés, que possui um café mais reservado em relação a efervescência da cidade, a Casa de Cultura, os sorvetes da Pistache

paraty1E ainda existe um Teatro de Bonecos com espetáculos para crianças e adultos. É importante consultar a programação.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *