Aventuras Maternas

Pais podem aproveitar a Páscoa para ensinar educação financeira às crianças

Aprender a lidar com o dinheiro é uma atividade que deve começar cedo. Com a Páscoa chegando e os preços dos ovos e chocolates nas alturas, os pais e familiares podem aproveitar essa época do ano e ensinar às crianças um pouco mais sobre o orçamento doméstico e educação financeira, sem deixar de lado a celebração da data. “A partir dos três anos de idade, já é possível ensinar aos pequenos, noções básicas sobre o valor e a importância do dinheiro”, afirma Luciana Ikedo, especialista em educação financeira e investimentos, sócia-proprietária do escritório Ikedo Investimentos, em São José dos Campos.

Segundo ela, é importante, por exemplo, mostrar às crianças de onde vem o dinheiro da família, que ele é fruto de muito trabalho e, por isso, deve ser economizado e gasto com muita sabedoria e cautela. “Muitos pais evitam levar as crianças às compras, mas, este é um momento importante e que, se partilhado, pode ser muito bem aproveitado. É essa a hora de, por exemplo, explicar a eles o custo daquele ovo temático do personagem infantil favorito, em relação ao preço das barras de chocolate”, ensina Luciana. “Este é, inclusive, um momento em que o comércio aproveita a oportunidade para aumentar os seus lucros vendendo ovos de chocolate por preços altos para quem não se planejou”, acrescenta a especialista.

Estipular quanto a criança poderá gastar com o ovo de Páscoa e incentivá-la a economizar, também é uma dica importante e que ainda estimula o consumo consciente. “Ao desistir de gastar todo o dinheiro em um único item e substituí-lo por um mais em conta, a criança percebe que com o restante poderá realizar outra atividade, comprar outro produto ou ainda poupar e realizar algum sonho a longo prazo”, reforça a especialista. Outra sugestão seria incentivar a compra de produtos caseiros ou até mesmo realizar a própria fabricação dos ovos de Páscoa. “Pesquisar com pequenos produtores de bairro os preços dos ovos é uma saída e ainda estimula a economia colaborativa. Além disso, se a família tiver o perfil, o momento de fazer o seu próprio ovo em casa pode ser não só um de aprendizado, com o cálculo de quais e quantos ingredientes comprar, etc., mas também de muita diversão”, enfatiza Luciana.

Além de fazer os ovos em casa, outra alternativa bem prática é comprar chocolates em quantidades maiores, por preços mais competitivos, e improvisar embalagens de presentes menores. Segundo ela, um pacote de bombons de uma grande marca, com 50 bombons, por exemplo, custa em média R$ 40,00 (R$ 0,80 a unidade). Já um saquinho com 5 bombons, considerando a embalagem, custaria em torno de R$ 5,00. “Quando comparamos com um ovo de páscoa de 80g, o valor médio seria de R$ 20,00, ou seja, quatro vezes mais. Libere a sua criatividade nesse processo e, neste momento de retomada econômico, valorize o dinheiro tão difícil de ganhar”, explica. O mesmo conselho vale para quem tem mais condições econômicas. “Um presente personalizado reflete cuidado e carinho com quem o recebe e pode ser ajustado ao nosso orçamento”, finaliza Luciana.

Informações: Assessoria de Imprensa

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *