Aventuras Maternas

Como tratar e prevenir o câncer por meio da alimentação

Atualmente, o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no Brasil, segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Para este ano são estimados 59.700 casos novos, o que corresponde a uma taxa de incidência de 51,29 casos por 100 mil mulheres. 

Para falar sobre as principais formas de prevenir ou tratar a doença por meio da alimentação, a nutricionista da Clínica Penchel, Denise Lima, explica as características da enfermidade e ainda aponta os alimentos que devem ser adotados na rotina diária. 

Segundo Denise, o câncer pode ser definido como um grupo de mais de 100 doenças, que têm em comum a multiplicação desordenada e desorganizada de células, dando origem aos tumores. “Alguns hábitos do cotidiano podem colaborar para o aumento dos casos. O alcoolismo, tabagismo, sedentarismo e a má alimentação, contribuem de forma direta no desenvolvimento da doença”, afirma. 

Denise fala, ainda, que os alimentos são determinantes para a prevenção à doença, pois os mesmos podem oferecer os nutrientes necessários para o bom funcionamento de nosso corpo. “É necessário destacar a importância de se manter uma rotina alimentar baseada na ingestão de vegetais e frutas, ricos em vitaminas A e C. Comidas ricas em proteínas, como as carnes, ovos e leite, também ajudam na reestruturação do organismo e na luta contra as infecções”, destaca. 

A nutricionista ainda recomenda que as pessoas evitem comer alimentos ultraprocessados e ricos em gordura, amido e açúcar. “Esse tipo de consumo pode causar o aumento do peso corporal e influenciar no desenvolvimento da doença. 

De acordo com ela, fazer regularmente alguma atividade física pode fazer com que uma pessoa saia do sedentarismo, aumente a sua sensação de bem-estar e tenha o controle sobre o seu peso. “Além de evitar a obesidade, que é um dos principais fatores causadores do surgimento de tumores malignos, os exercícios diários também ajudam no fortalecimento da defesa do organismo. Algumas ações, como realizar caminhadas de 30 minutos por dia, subir as escadas ao invés de usar elevadores, já são consideradas atividades que auxiliam muito no combate à doença”, aconselha.

Informações: Assessoria de Imprensa

 

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *