Aventuras Maternas

Comemorando o dia dos gêmeos e múltiplos

Ser mãe de gêmeos ou múltiplos não é uma tarefa fácil. É um momento de muitas adaptações e mudanças, tanto da mamãe quanto dos pequenos. Para auxiliar as mamães no processo de amamentação, Aline Fernandes, da Home Baby Assessoria, preparou uma lista especial com dicas para tornar essa experiência cada vez mais fácil e agradável:

  1. Cursos de amamentação são extremamente importantes durante a gravidez, principalmente para mamães de primeira viagem que já serão contempladas com gêmeos. E não se deve descartar a ideia de uma consultoria pós parto, pois a mãe precisará de auxílio e alguém para sanar as dúvidas que surgirem.
  2. O alojamento conjunto garante uma proximidade maior com a mãe, e favorece a questão da amamentação, sem esquecer que a primeira deve ocorrer já no primeiro contato pós parto, se não forem casos de prematuros e internação na UTI neonatal.
  3. É necessário que sempre haja alguém para ajudar a mãe na hora da amamentação e na retirada do leite materno para ofertar, assim, em um momento de cansaço a mesma não precisará alimentar os dois bebês, já que essa “ajuda” poderá alimentar o segundo bebê com o leite estocado. Nesses casos, o leite deve ser ofertado  com a ajuda de utensílios como copinho ou colher dosadora para que não haja a confusão de bicos.
  4. Muitas mães de múltiplos e gemelares sentem o receio de não ter leite o suficiente, já que estão alimentando mais de um bebê, porém quanto mais se amamenta, mais se produz leite. Se possível descarte a opção do bico artificial, já que o uso pode acarretar no desmame precoce, pois os bebês podem recusar o seio materno.
  5. Outra dúvida muito frequente é sobre amamentar dois bebês ao mesmo tempo, e não há problema, se a mãe estiver confortável e tiver ajuda para posicionar os bebês. Como cada um tem características diferentes, pode ser que hajam obstáculos na hora da amamentação, como por exemplo: Peso, tamanho da boca, posição preferida para mamar. Por isso é de suma importância que a mãe seja confiante e persistente, e sempre tenha ajuda por perto.

Informações: Assessoria de Imprensa.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *