Aventuras Maternas

Crianças em casa: Quedas são as maiores causas de hospitalização de crianças no Brasil

A infância é uma fase de muitas descobertas. A inquietação e curiosidade das crianças requer muito cuidado, devido aos acidentes que isso pode causar. Um deles são as quedas. Somente no ano de 2018, o Brasil registrou hospitalizações por quedas de mais de 50 mil crianças entre 0 e 14 anos, segundo dados da Organização Criança Segura Brasil. Em uma publicação científica do Colégio Brasileiro de Cirurgião do ano passado, as quedas são responsáveis por mais de 50% dos acidentes com crianças de 0 a 10 anos. 

Ainda pouco seguros e estáveis com seus corpos, crianças podem escorregar quando inquietos demais.  “É natural que crianças caiam nessa fase de desenvolvimento neuromotor, porque ela vai adquirindo força muscular com o tempo. Além disso, eles são muito curiosos e querem pegar em tudo que tem pela frente, sem muito equilíbrio”, afirma Talita Gianello Gnoato Zotz, fisioterapeuta especialista em ortopedia traumatologia e esporte voltado a infância e adolescência. 

Crianças em casa, atenção redobrada 

Em um momento em que aulas foram suspensas e as crianças ficarão mais em casa, vale redobrar a atenção. Segundo dado revelado pela Sociedade Brasileira de Pediatria, acidentes aumentam em 25% durante o período de férias escolares. Para esse período de muita energia e pouco contato social das crianças, devido às medidas de contenção da pandemia do coronavírus, todo o cuidado é pouco. Segundo Talita, os pais podem evitar consequências piores do que um joelho arranhado. “Por mais que seja inevitável as quedas nessa fase, é possível diminuir os riscos disso, como por exemplo o uso de sapatos adequados”, afirma.   

Com muitas opções no mercado, o importante, além da aparência ou design do sapato, é a segurança que ele deve proporcionar aos pequenos. Uma boa escolha são os que possuem materiais antiderrapantes. Desta maneira, quedas causadas por escorregamento podem ser minimizadas pelo material usado no calçado.  

Um dos indicados por especialistas é a uFrog, calçado especial que teve um crescimento exponencial de vendas para crianças nos últimos anos. Só em 2019 aumentou a produção em 600% e ainda inaugurou 15 lojas em todo o Brasil. O calçado é feito em Neoprene Air, com solado antiderrapante. O solado maleável e que ajuda a prevenir quedas é inspirada nos pneus de chuva dos automóveis, que evitam deslizamento em pisos molhados ou lisos. O neoprene é um material resistente e maleável, que possui alta resistência e dá segurança aos pés, bem como produz efeito térmico ao calçado.  

Onde Usar? 

Atividades do dia a dia: brincar, uso dentro de casa, para dormir no inverno, viagens longas de avião e ônibus, chuveiro (evitar quedas), parquinhos infantis, jardinagem.  

Atividades na praia e dentro da água: barcos, piscinas, parques aquáticos. 

Cuidados com a sua ufrog: A ufrog não deve ser utilizada em superfícies ásperas como calçadas, asfalto, pedras, pois podem deteriorar o produto, que é desenvolvido para ser maleável e para superfícies lisas e com pouca resistência ao caminhar.  

PDVs: A uFrog pode ser encontrado em vários pontos de venda em todo o Brasil. A lista completa de lojas está no site www.ufrog.com.br

Informações: Assessoria de Imprensa.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *