Aventuras Maternas

Campanha distribuirá 250 rendas mínimas para catadores de materiais recicláveis durante a quarentena

Com a pandemia da COVID-19 (o novo Coronavírus), a situação dos catadores de resíduos recicláveis ficou complicada, já que seu trabalho depende de sua locomoção constante pelas ruas. Para garantir um apoio a esses trabalhadores durante a quarentena, a Tetra Pak anunciou ações que vão garantir rendas mínimas aos profissionais por meio do projeto Pimp My Carroça. Uma das formas de arrecadação permite que qualquer pessoa ajude a causa por meio do aplicativo Ribon, uma plataforma de experiência de doação onde usuários podem ajudar ONGs sem precisar gastar dinheiro do seu bolso. 

Para ajudar a causa, é preciso baixar o aplicativo Ribon, coletar as moedas virtuais do app que são enviadas para os usuários gratuitamente todos os dias, e por fim, doá-las para o projeto Pimp My Carroça. Dentro da plataforma é também possível doar para outras causas que atuam em frentes como: distribuição de água potável, comida, testes de Covid-19, entre outras.

Ao selecionar a causa do Pimp My Carroça, as moedas virtuais doadas são convertidas em dinheiro – proveniente de patrocínio de empresas como a Tetra Pak – que depois é enviado para o projeto realizar a distribuição das rendas para os catadores. “O objetivo de uma plataforma como a Ribon é mudar a maneira como a filantropia é praticada no Brasil, incentivando as pessoas a incorporarem o ato de doar em suas rotinas mesmo sem ter dinheiro. E o que é melhor, de forma segura, sem precisar sair de casa”, esclarece Rafael Rodeiro, fundador e CEO da Ribon. 

Auxiliar a categoria de catadores autônomos de materiais recicláveis faz sentido em razão da importância desses profissionais, uma vez que são responsáveis pela coleta de mais de 90% de tudo o que é reciclado no Brasil, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). 

A campanha do Pimp My Carroça dentro da Ribon estará disponível apenas até o dia 26 de junho. O objetivo é garantir rendas mínimas para 250 catadores, permitindo com que eles se mantenham seguros em casa sem a necessidade de se arriscar nas ruas em meio a pandemia do Coronavírus.

Informações: Assessoria de Imprensa.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *