Aventuras Maternas

No Dia das Crianças, a Palavra Cantada lança canção inspirada nos animais urbanos

No dia 12 de outubro, Dia das Crianças, a Palavra Cantada lançará a canção Fábula dos Quatro Bichos. Composta pelos irmãos Paulo Tatit e Zé Tatit, a obra é uma divertida “estória” sobre um cachorro, uma gata, um rato e um bem-te-vi que vivem na cidade e inventam que são grandes caçadores, mas na verdade, desfrutam do conforto de receber ração como alimento todos os dias.

“Se tem uma coisa que atravessa a vida de todos nós, desde a infância até a velhice, é o gosto pelas estórias. As crianças ficam vidradas quando lhe dizemos que vamos contar um estória. É esse o caminho dessa Fábula dos Quatro Bichos: brincar com as verdades e mentiras das estórias”, explica Paulo Tatit.

Com arranjos e produção de Márcio Arantes, a Fábula dos Quatro Bichos conta com a participação de grandes músicos, além da dupla com Sandra Peres, que faz a gata, tem Arnaldo Antunes na interpretação do cachorro e Hélio Ziskind dando voz ao bem-te-vi. Paulo Tatit resgata o conhecido roedor, da canção Rato (lua minguante, lua crescente, declaro ser o seu mais lindo amante…) com a mesma entonação melódica, que certamente as crianças conhecedoras da música associarão.

“É sempre uma alegria quando Arnaldo Antunes está por perto numa canção da Palavra Cantada. Seja como parceiro ou intérprete, é uma satisfação. Também temos um craque da música infantil brasileira, Hélio Ziskind, meu amigo de longa data”, comemora Paulo Tatit.

Parceira das animações da Palavra Cantada, Cecília Esteves está a cargo da criação e produção do clipe que estreará na mesma data. Com o rigor e a qualidade das canções da Palavra Cantada, este trabalho que exige pesquisa, referências e exímia execução, conta com outras feras do cenário musical, como Décio Gioielli (kalimba piano e bells) e Will Bone (trombone, trompete, sax, tuba, clarinete e flauta).

“Essa canção evoluiu de um tema musical simples, ainda que contenha dissonâncias em seus acordes, para uma quase superprodução musical pois, sendo muito comprida, com quase 6 minutos, a gente tem que inventar vários atrativos no arranjo para manter a atenção das crianças”, explica Paulo.

Informações: Assessoria de Imprensa.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *