Aventuras Maternas

Engasgos e como devemos lidar com eles? Caso ocorrido na rodovia imigrantes chamou atenção para o problema

No último domingo, a destreza de controladores de tráfego que entraram na contramão e salvaram menino engasgado e inconsciente na rodovia dos Imigrantes trouxe um alerta importante: Como devemos socorrer os pequenos em casos de engasgos? A situação que pode ocorrer com crianças e bebês é arriscada e pode levar à morte. O que se deve fazer e a quem recorrer quando ocorrer o engasgo? “É comum que o bebê engasgue com o leite, às vezes algum objeto ou secreção. Por isso, se manter tranquilo é o primeiro passo nesses momentos”, declara José Antônio Pires, enfermeiro da maternidade Perinatal Rede D’Or e especialista no tema.

Segundo o profissional, é necessário que a pessoa responsável esteja segura para realizar o procedimento, conhecido como manobra de Heimlich. “Esse é o método mais seguro para desobstrução das vias aéreas. O adulto deverá virar o bebê de costas para si e inclinar sua cabeça um pouco para baixo. Em seguida, bater por até cinco vezes entre as escápulas. Ainda sim, se o engasgo for mantido é necessário virar o bebê de frente e realizar cinco compressões torácicas com os dois dedos abaixo da linha dos mamilos ainda no osso esterno”, relata ele.

José Antonio destaca os procedimentos que não devem ser feitos e podem piorar o quadro e ensina como socorrer.

1 – Respiração boca a boca
Muitas pessoas pensam que isso pode ajudar. Não ajuda, apenas dificulta a respiração do bebê e empurra o que está engasgando.

2 – Desobstruir as vias com as mãos, no caso de engasgo com objetos

Caso não visualize o objeto ou o alimento não insira os dedos dentro da boca do bebê. Isso pode empurrar mais o objeto ou alimento.

3 – Virar de forma bruta de cabeça para baixo

Feito isso o bebê sai completamente da sua ação de defesa devido ao excesso de estímulo.

4 – Soprar no rosto do bebê

De acordo com o enfermeiro da Perinatal, José Antônio Pires, essa é uma atitude comum entre as avós dos bebês. “Trata-se de uma lenda popular que não colabora em nada para desobstrução. Pelo contrário, atrapalha”, relata.

5 – Jogar o bebê para o alto ou chacoalhar

Levantar ou chacoalhar o bebê é extremamente prejudicial. Pode causar lesões, além de não resolver o problema.

Informações: Assessoria de Imprensa.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *