Aventuras Maternas

Mãe empreendedora: grupo de viagens é sucesso entre famílias do Rio

Amsterda 2014Ser mãe inspira incríveis transformações, novas aventuras e desafios em nossas vidas. Reaprendemos até mesmo a viajar! Precisamos pensar em acessórios indispensáveis que antes nunca levaríamos e em locais onde nossos filhos se sentirão seguros e alegres com muita diversão. A perspectiva muda.

E foi exatamente por conta desta mudança da maneira de escolher suas viagens que Miriam Vargas, mãe da Gabriela e do Bernardo, criou um grupo no Facebook dedicado a ajudar outras mães a definirem seus destinos com suporte total de dicas e opções sugeridas por quem já passou pela experiência daquela viagem.

Ela uniu sua paixão por viagens e sua vivência na organização de eventos corporativos e passou a promover de forma simples e rotineira uma troca de experiências entre mães que amam viajar com seus filhos e organizar viagens com tarifas e benefícios negociados exclusivamente para os participantes.  

Com o tempo o grupo deu certo, as trocas ficaram intensas e o crescimento foi tão rápido que ela viu a necessidade de criar uma agência de turismo que atendesse exatamente a esse nicho de mercado familiar, carente de um atendimento personalizado. Foi assim que surgiu o Clube de Viagens Moms, a primeira agência especializada em turismo de famílias do Brasil. “Quando viramos mães, nosso foco muda completamente. Nossas preocupações se voltam para o bem-estar dos nossos filhos. Temos que lidar com a insegurança, principalmente nas primeiras viagens. O Clube foi criado com o objetivo de orientar e buscar as melhores oportunidades, de acordo com o perfil e o sonho de cada família, evitando frustrações, garantindo uma experiência de viagem inesquecível”.

O carro-chefe da agência são as viagens em grupo, sempre priorizando destinos e hotéis com estrutura kids friendly recomendado pelos próprios membros do Clube, onde as famílias têm a oportunidade de passar um tempo maior junto, de aliviar o stress da rotina diária e fazer novas amizades. Os grupos podem ser solicitados sob medida, para encontros e comemorações entre amigos e familiares ou criados com exclusividade para as mães do Clube. “Quando montamos um grupo, o nosso poder de negociação com o hotel é muito maior, conseguimos tarifas realmente melhores, temos um tratamento diferenciado, além do mais, acho uma delícia viajar em grupo, conhecer outras pessoas, estreitar laços ou reencontrar e passar um tempo com pessoas queridas, me encanta.”

Para quem não consegue aproveitar as oportunidades de viajar com o grupo, o Clube de Viagens Moms criou uma espécie de Clube de Vantagens em que os hotéis parceiros criam promoções pontuais e concedem alguns benefícios como um desconto na diária, no SPA, um up-grade, early check-in, late check-out até cortesias que seriam pagas à parte no hotel, como um drink de boas-vindas, passeio de quadriciclo, tirolesa, safári, jantar, etc. “Quando um hotel pede para se tornar um parceiro, a única exigência que faço é que ofereça algo exclusivo. Sugiro itens que seriam de interesse das moms, mas deixo sempre a critério de cada hotel essa definição, pois tem que ser algo que seja viável e bom pra todo mundo. O importante é mimar as mães!”, destaca Miriam.

Apesar de ter uma agência, um blog, um grupo de trocas e do relacionamento com os hotéis parceiros, Miriam busca ser o mais imparcial possível, suas opiniões são dadas sempre de acordo com a sua experiência pessoal, adquirida nas viagens que realizou com a sua família e procura sempre destacar os pontos fortes e fracos. “Nenhum hotel é perfeito. A dica é se informar bastante antes da viagem pra não criar uma expectativa irreal e ler os relatos de outras mães avaliando sempre qual é o peso que aquela determinada reclamação sobre o hotel teria pra você.”

Depois de algum tempo do grupo criado, Miriam achou que a troca poderia ser mais útil ainda se ela promovesse mudanças. E viu que o seu relacionamento com as mães e com os hotéis, poderia se mais produtivo. Hoje ela utiliza os relatos das mães do grupo para passar um feedback para os hotéis e muitas conquistas já foram alcançadas através das críticas que foram registradas lá. “Tivemos um caso no grupo de várias mães reclamando de mofo em um determinado hotel. Fiz um email para a gerência do mesmo e conseguimos a reforma de todos os quartos antes da chegada do nosso grupo”, revela Miriam.

Abaixo destacamos algumas das pesquisas mais comuns do grupo para ajudar as famílias na hora de escolher a viagem ideal:

1- Pais de crianças pequenas são preocupados com a estrutura de uma forma geral. Querem fazer uma viagem pra descansar e se divertir sem passar perrengue e sem precisar levar a casa na mala. Buscam hotéis com copa baby, fraldário, brinquedoteca/parquinho, piscina infantil, atividades de recreação voltadas para a faixa etária do seu filho… Uma atração que agrada bastante as crianças menores é a fazendinha, onde elas podem ter contato com animais, andar de pônei, tirar leite de vaca. Hotéis de praia também têm seus atrativos, porque as crianças amam brincar na areia.

2- Pais de Pré-adolescentes estão mais focados na estrutura de lazer. Buscam hotéis com esportes radicais e/ou que tenha uma recreação dividida por faixa etária com atividades voltadas para crianças maiores. 

3 – O medo mais comum relacionado à primeira viagem das crianças depende muito da idade da criança na data da viagem. Quando ela ainda é bebê, os medos primários são: como a criança vai reagir à viagem, se sair da rotina não vai deixá-la irritada, se vai estranhar o lugar e o quarto, se vai dormir na noite toda. Depois surge a preocupação de a criança ficar doente e não ter hospital por perto (quando o hotel é mais afastado e a cidade tem menos estrutura) e por fim tem o medo da estrutura do hotel não agradar a família e não atender as necessidades básicas: limpeza, conforto e segurança. Todo medo é válido, pois funciona como um alerta.

4 – Para prevenir problemas, é importante sempre levar a criança ao pediatra antes de uma viagem mais longa, montar uma farmacinha com os principais remédios, fazer um check-list com todos os itens importantes para que a criança se sinta em casa: Não esquecer aquele paninho ou bichinho que ela sempre dorme agarrada, a chupeta preferida e atividades/brinquedos para distrair. Outro ponto fundamental é pesquisar bastante antes de cada viagem…ler opinião de outras mães sobre o hotel e o destino. Fazer um roteiro considerando o ritmo da criança. Planejamento!!

5- Crianças gostam de destinos que tem atrações pra elas. No Brasil, o mais procurado é Beto Carrero, o que está em segundo lugar na lista é o Beach Park e depois vem o Rio Quente Resorts e vários outros resorts de praia no Nordeste. Saindo desse contexto de parque, a Praia do Forte e Porto de Galinhas são destinos também muito procurados por famílias com crianças. Mais perto do Rio, destinos que contam com hotéis com uma superestrutura de lazer também fazem sucesso, como Teresópolis, Barra do Pirai, Angra, Búzios e Vassouras.

Para quem quer viajar num dos bloqueios do grupo, vale ficar de olho! Ainda para o Dia das mães existe pacote para Le Canton, em Teresópolis e no Ferradura Resort, em Búzios. Para Festa junina também há opção para o Le Canton, na Fazenda Suíça, na Fazenda Ribeirão em Barra do Piraí e na Fazenda Vale de Santa Fé em Barra do Piraí. Em setembro, as mães irão para o Portobello Resort e Safari em setembro.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *