Aventuras Maternas

Um final de semana no Parador Maritacas, com bebê e criança de 6 anos

Um bebê de 3 meses + uma criança de 6 anos + uma mulher em plena fase de adaptação, sendo mãe de dois + uma avó com energia a mil para compartilhar momentos de diversão e relaxamento na nossa primeira viagem de férias a quatro (dessa vez o papai não foi).

O local escolhido foi próximo ao Rio, 130km, e com uma excelente infraestrutura para nos receber: o Parador Maritacas, em Barra do Piraí. Rodeado por muito verde e com opções para pessoas de todas as idades, tivemos um final de semana recheado de atividades aventureiras para meu pequeno explorador de 6 anos e muita sombra e acessibilidade para meu baby.

São 22 suítes com varanda, com vista para um rio que deixa aquele barulhinho de água no fundo que somado ao canto dos pássaros já deixa nossas manhãs com jeitinho de férias. Já o interior do quarto é muito confortável, com uma cama de casal, uma de solteiro e um berço forrado com lençóis branquinhos para nos atender. Aliás, até mesmo em uma banheira eles pensaram para me deixar confortável, mas confesso que acabei dando banho de chuveiro no bebê, porque por mais limpo e higienizado que tudo estivesse, sou neurótica com as coisinhas do bebê.
O hotel possui  ainda suítes masters, que são maiores que as suítes varanda e oferecem cama king, e também suítes jardins, com decoração mais moderna e hidromassagem. Todas situadas bem próximas ao lobby do hotel, que por sinal é o único local onde pega o sinal de Wi-fi. Aliás, um bálsamo para minha família. Porque estávamos ali para relaxar e não para que eu ficasse conectada full time. Sempre que eu precisava me destinava à sede para resolver minhas questões de trabalho e postar detalhes da nossa viagem em minhas redes sociais.
Então, já que aproveitamos bastante da estrutura do Parador Maritacas, vamos falar no que encontramos por lá. A diversão do Theo já começou no Maritaquinhas, o espaço das crianças com muitos brinquedos, mesas para atividades e para o lanchinho da tarde, sempre servido para os pequenos. Depois curtimos a Fazendinha, onde está o famoso pônei Parrudo, que as crianças amam, além de vaquinhas, patos, galinhas, coelhos – muitos coelhos -, além de insetos que meu filho amou investigar espalhados pelos 2 milhões e 500 mil metros quadrados de extensão.
O ponto alto na escolha do filho foi a travessia da ponte bamba, com mergulho no lago seguida de tirolesa sobre a água. Aliás, para os maiores há uma super tirolesa paga à parte, além de oficina com arco e flecha, que prenderam a atenção até mesmo de adolescentes que vi por lá.
Também aproveitamos para alimentar os peixes e as galinhas e consegui fazer boas caminhadas, para fugir do sedentarismo dos primeiros meses pós-parto.
O hotel também funciona no sistema de pensão completa, com café da manhã recheado de gostosuras, com bolos, queijos, omeletes e até canjica, que amamos. No almoço além das opções do buffet é possível pedir grelhados (carne, peixe ou frango) na hora e no jantar nos deliciamos com a estação de risotos. As bebidas são pagas à parte.
Mais um ponto forte do hotel é o Spa, com mais de 15 serviços e 10 pacotes de relaxamento completo, incluindo esfoliação, banho de imersão e massagens variadas, previamente combinadas com a recepção do Parador.
Voltamos de lá relaxados e com ótimas lembranças de uma primeira viagem com bebê, sem intercorrências, nem dificuldades, já que todo o hotel possui ladeiras para facilitar o acesso. E com muita diversão para meu filho mais velho brincar a valer com a mamãe por perto.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *