Aventuras Maternas

Como os cuidados com a saúde mental podem tornar 2021 um ano mais leve

A virada de ano é, tradicionalmente, um momento de mudanças. Reflexões, metas e até superstições fazem parte dos hábitos de fim de ano. A cada 12 meses, milhares de pessoas vão atrás de recursos que ajudem a começar o novo ciclo de forma mais produtiva e saudável. 

Em 2020, com a pandemia da Covid-19 e o isolamento social, os casos de transtornos mentais chamaram a atenção dos profissionais de saúde  da Organização Mundial da Saúde (OMS), que reuniu líderes mundiais, atividades e personalidades no evento on-line Grande Nomeação de Saúde Mental. De acordo com estudo divulgado pela Organização, 300 milhões de pessoas sofrem com a depressão ao redor do mundo e, desde 2017, o Brasil tem o maior índice de pessoas com transtornos de ansiedade.

Em abril, um grupo da Universidade de Sichuan, na China, reportou um estudo feito com 1.593 adultos no auge do surto: “A proporção de pessoas com sinais que caracterizam ansiedade e depressão foi, respectivamente, de 13% e 22% entre aquelas que enfrentaram a quarentena, índices duas vezes maiores do que os observados entre os indivíduos que puderam circular e levar uma vida mais próxima ao normal (7% e 12%)”. Nesse sentido, a busca por equilíbrio é fundamental em meio a uma realidade de números alarmantes sobre o assunto.

Melina Cury Haddad é coordenadora de psicologia da Care Plus, maior operadora de saúde premium do Brasil, e uma das responsáveis pelo Mental Health e o Cuidado da Família, programas lançados pela empresa, que colocam o tratamento da saúde mental do beneficiário no mesmo patamar da saúde física.Para ajudar as pessoas a manter a saúde emocional em dia na chegada de 2021, a psicóloga dá algumas dicas para a virada de ano:

Viver o presente –A melhor forma de entrar no ano-novo com boa saúde mental é começar agora, buscar esse bem-estar no momento presente, se conectar com o aqui agora, se preocupar com aquilo que você pode controlar e cuidar, tentando não olhar para o passado e nem para um futuro muito distante.

Cuidar do corpo –Corpo e mente andam juntos, estão conectados. Então, para termos uma boa saúde mental, devemos também nos preocupar em ter uma boa saúde física com hábitos, como: praticar atividade física regularmente, adotar uma alimentação saudável e noites de sono reparadoras, gerenciar o estresse diário, cuidar dos pensamentos, estabelecer relações de amizades, conversar com amigos, ter momentos prazerosos e atividades de lazer diariamente.

Encerrar ciclos –A virada de ano traz esse momento de renovação da esperança, o que é muito positivo. É o fechamento de um ciclo e início de outro, então tendemos a ficar mais esperançosos e motivados para enfrentar os desafios que virão no ano que se inicia. É a hora de tomar um “fôlego”, respirar e projetar coisas positivas.

Evitar expectativas exageradas –Quando estamos motivados ou ansiosos, algumas expectativas podem ser muito elevadas e futuramente trazer decepções. A melhor forma é sempre avaliar se nossa expectativa é real ou ideal. Parar e observar o porquê daquele desejo e necessidade de buscar o ideal sempre. Lembre-se: o ótimo é inimigo do bom.

Afastar o que faz mal –Devemos evitar o que nos faz mal, isso é muito individual, cada um deve pensar e fazer uma avaliação daquilo que não lhe cai bem. Se fazer qualquer coisa em excesso faz mal a você, então pense e planeje como vai lidar com o consumo excessivo ou algum hábito exagerado nas festas. Se a loucura do trânsito faz mal a você, então pense em como evitar se expor a essas situações. E assim por diante…

Fazer um balanço de 2020 –É sempre positivo fazer um balanço de nossas vidas, principalmente em momentos de mudanças de ciclo. Uma ideia é desenhar uma linha do tempo, com os momentos mais marcantes do ano; o que aconteceu de importante e como enfrentou a situação; o que foi bom e o que não foi. Isso nos ajuda  a fazer o balanço e aprender com as coisas positivas e dificuldades que passamos. Se você está lendo esse artigo, é porque chegou até aqui e conseguiu sobreviver a esse ano tão difícil. Então valorize esse desafio enfrentado e reforce sua capacidade de superação.

Estabelecer metas reais –Fazer metas pode ser positivo, desde que sejam reais e possíveis de serem alcançadas. Faça pequenas metas que lhe dão a sensação de sucesso ao serem alcançadas. Comece pela mais fácil, até atingir as mais difíceis. Compartilhe com alguém, se quiser, e coloque em lugar visível. De tempos em tempos, vá checando se está no caminho certo e, se for preciso, seja flexível e remodele a meta.

Informações: Assessoria de Imprensa.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *