Aventuras Maternas

Higienização bucal: Saiba quais cuidados não podem ficar fora da rotina

Números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que mais de 11% da população nunca visitou um dentista. Além disso, mais de oito milhões de brasileiros, com mais de 30 anos, já usam prótese e 3 a cada 4 idosos não possuem nenhum dente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) também estima que apenas 15% dos brasileiros cuidam da saúde bucal com regularidade.

Priorizar uma rotina de cuidados com o sorriso é imprescindível para a qualidade dental e para o bom funcionamento do organismo de forma geral, atuando na prevenção de diversas doenças. “Estudos recentes associam a falta de tratamento da doença periodontal, como um possível fator de risco para patologias autoimunes como artrite reumatoide, lúpus e até mesmo o Alzheimer”, destaca Sara Paz, consultora da GUM, marca americana de cuidado bucal .

Um outro problema que tem acometido a população com cada vez mais frequência é a erosão dentária, caracterizada pela perda das estruturas do dente gerada pela ação de ácidos, sem o envolvimento de bactérias. Eles podem ser provenientes da alimentação com produtos naturalmente ácidos, como sucos de frutas cítricas ou vinagre, industrializados ou do retorno do ácido gástrico em razão de refluxo ou vômitos frequentes.
Abaixo, a especialista lista hábitos simples com a cavidade oral que auxiliam na prevenção dessas e outras doenças. Confira:

• Higienização bucal completa:
Em muitos casos, a boca pode ser a porta de entrada para as doenças. Principalmente das ocasionadas por vírus e bactérias. Sendo assim, a escovação e uso do fio-dental diariamente após o término das refeições, é muito importante. “O mais recomendado é começar pelo fio dental. Ele remove as sujeiras mais incômodas que ficam entre os dentes, facilitando a escovação. Os espaços entre os dentes são o ambiente preferido dos micro-organismos formadores da tão temida placa bacteriana. Então, os dois atos juntos, deixam tanto os dentes quanto as gengivas protegidos”, reforça Sandra.

• Evite o consumo de açúcar em excesso:
As bactérias presentes na boca metabolizam restos alimentares resultando na produção de ácidos, que apresentam a capacidade de dissolver o esmalte dentário. Isso pode levar ao surgimento de males indesejáveis como a cárie. Portanto, para uma boa saúde dental é necessário adotar uma dieta saudável. “É praticamente impossível tirar completamente da dieta o açúcar, porém, é de extrema importância a redução do seu consumo. Troque os alimentos industrializados pelos naturais e, assim que terminar de comer, escove os dentes”, indica.

• Atenção especial à língua:
A consultora ressalta que não é somente nos dentes que se encontram as bactérias. “A saburra lingual, aquela massa branca que fica na superfície da língua, causa o mau hálito e o acúmulo de micro-organismos responsáveis por doenças que não se restringem apenas à saúde da boca. Por isso, com a própria escova higienize bem a região, priorizando também as bochechas e no céu da boca”.

• Visite o dentista com regularidade:
As pessoas costumam procurar o auxílio do profissional quando já estão sentindo alguma dor. No entanto, ir ao dentista antes para uma avaliação e para uma higienização mais completa dos dentes, evita o aparecimento de uma série de doenças. “Em uma consulta, além de manter os dentes branquinhos e saudáveis, é possível ter um panorama mais completo da saúde bucal como um todo. O mais recomendado é que a visita ocorra semestralmente”, finaliza.

Informações: Assessoria de Imprensa.

Sobre o autor Ver todos os posts

Priscila Correia

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *